LP Chico Buarque – Sinal Fechado

Sinal Fechado é um disco gravado por Chico Buarque de Holanda em 1974, que levou nome de uma música de Paulinho da Viola, devido ao fato de seu álbum anterior, trilha sonora da peça “Calabar’, ter sofrido muitos cortes da censura, e à proibição que esta impôs a Chico Buarque de assinar a autoria das suas canções. Em “Sinal fechado” ele interpreta peças compostas por amigos, como Caetano Veloso – “Festa imodesta” – e Tom Jobim – “Lígia”. No álbum, que ainda tem o lirismo buarqueano captado por Gilberto Gil em “Copo vazio”, pela primeira vez Chico assina sob um pseudônimo, Julinho da Adelaide, na canção “Acorda, amor”, marco da época.

A capa do disco, criada por Aldo Luiz com base em fotos de Luiz Garrido, imita trabalhos de Candido Portinari que Aldo viu na sede do Ministério da Educação. As imagens foram registradas durante um show estilo “um banquinho um violão” e as colagens e colorações foram feitas manualmente, uma vez que na época não existiam softwares como o Photoshop. A contracapa do disco traz uma imagem aproximada da luz vermelha de um semáforo, dialogando assim com o nome do disco. A imagem foi registrada perto de uma base militar nos arredores do Aeroporto Santos-Dumont.

Lista de Músicas:

Lado A:

1. Festa Imodesta

2. Copo Vazio

3. Filosofia

4. O Filho Que Eu Quero Ter

5. Cuidado Com A Outra

6. Lágrima

Lado B:

1. Acorda Amor

2. Lígia

3. Sem Compromisso

4. Você Não Sabe Amar

5. Não Me Deixe Mudo

6. Sinal Fechado

 

R$ 265,00

Em estoque

Consulte o frete e o prazo de entrega:
Peso 0,530 kg
Dimensões 33 × 33 × 3 cm
Capa

Código EAN

602435967462

Coleções

,

Condição

Estilo

País de Origem

Selo

Tipo

SKU: 101486 Categoria: Tag:

AVALIAÇÕES

0 reviews
0
0
0
0
0

Avaliações

Limpar filtros

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Chico Buarque – Sinal Fechado”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You have to be logged in to be able to add photos to your review.